©
Se afaste de tudo aquilo que tira o sorriso do seu rosto, não sofra sem necessidade.
Paris 1995. (via sutilizar-se)

No dia em que eu falto à aula o professor falta, tem apagão, tem briga e rolam altos babados, mas nada se compara a ficar em casa dormindo.

Quem nunca escondeu um produto no super mercado pra que ninguém o levasse até você voltar com dinheiro o suficiente pra comprar, não sabe o que é estratégia.

Pessoas certas, quilômetros errados
As pessoas são tão boas em construir prédios, mas tão péssimas em construir amor.
Renascendo   (via narcisei)
Sabe aquela hora eu te mando um oi? Meu coração palpita, minhas mãos soam, meu estômago dói, me dá dor de cabeça, meu mundo cai, você me responde, não sei oque dizer, tenho medo de falar besteira, demoro pra responder, sou seca, mas não é culpa minha, é totalmente sua, tenho medo de me expressar pra você. Você não tem a ideia do efeito que tem sobre mim, nem um pouco, nem o mínimo, posso não expressar, por medo, de você, de não ser correspondida, de não ser entendida, de ser boba, mas eu sinto, e sinto muito. Você não tem noção. Sabe quando eu falo com você do nada? É como se tivesse acontecendo uma guerra dentro de mim, tudo em mim pede por você, a todo momento. Sabe quando eu falo que vou falar com você depois e não falo? Porque tenho medo, sou tomada pelo medo toda vez que penso em você, tenho medo de não ser boa, bonita, interessante, inteligente o bastante pra você. Você não sabe, mas quando não falo com contigo, os segundos, os minutos, as horas, o dia e a semana é extremamentente triste e sem vida, fico quieta nos cantos, pensando, lembrando. Te querendo. E quando eu estou quase concentrada em algo que não seja relacionado a você, você me surpreende com um “Esqueceu de mim :/”, e la vem o sentimento de novo, minhas mãos soam, minha perna fica bamba, meu coração palpita, minha pupila dilata e meus olhos brilham, mas você nem sabe. E não, não te esqueço, nem um pouco. Porque faz isso? Por que em um dia nossa conversa flui como água, passamos horas conversando e nem percebemos, e em outros o assunto acaba, você dá a desculpa de ir dormir ou algo do tipo? Porque me aparece pra me deixar confusa novamente? Eu não entendo, nada relacionado a você eu entendo. Logo eu, que sempre fui tão inteligente com as coisas, como pude ter conseguido ser pega nessa rede desconhecida? É em você que eu penso, do momento que eu abro meus olhos de manhã, até o momento que eu os fecho de noite. Sabe a minha insônia? Aquela que eu falei que eu tenho e que me desespera? Você é a causa dela, e quando eu consigo pegar no sono finalmente, lá está você, nos meus sonhos também. Você é como a tempestade que bate na janela e não deixa dormir, e enquanto eu estou sofrendo aqui você está aí dormindo, pois enquanto você dorme os anjos te protegem ao meu pedido. Ah, como eu queria que você sentisse tudo isso por mim, pelo menos por um dia, te desejaria uma insônia cheia de lembranças minhas, e que sentisse toda essa confusão também. Porque eu sou totalmente confusa em relação a tudo isso, pra mim você é a calmaria que sucede a tempestade. Não sei qual é o nome desse sentimento, mas sei que apesar de todas as coisas estranhas que me traz, me faz bem, apesar de tudo. Nunca senti nada parecido, nem perto, mas sei que um dia isso tudo vai valer a pena e vou conseguir rir disso tudo conversando com você, abraçado em mim e me dizendo o quanto isso é bonito e que seu sentimento por mim é recíproco. Não entendo como aprendi a gostar de você. Você é totalmente o oposto de tudo que eu imaginei ou idealizei pra mim, não temos quase nada em comum, mas sei que sinto tudo por você. Amo seus olhos pequenos, sua cara de sono, seu sorriso leve, seu jeito bobo, o jeito que se veste, seu jeito vergonhoso, quando você me pega desprevenida, quando escreve uma palavra extremamente simples errada, quando me faz perguntas bestas, quando implica comigo por ser vergonhosa, quando faz piadas sem graça, o quanto você parece com o meu cantor favorito, e outras mil coisas, que me fariam passar horas e horas na frente desse computador escrevendo. Gosto de tudo que seja de você, que pareça com você e que seja relacionado a você. Isso pode ter ficado completamente sem nexo, mas é tudo que eu sinto por você, sei que é uma bagunça, mas é a bagunça mais bonita que eu já senti. Você nunca vai ler isso, mas eu escrevi, se não ia explodir. Beijos.
A causa da minha insônia. (Geovana Rodrigues)